Desempenho de Vacas Leiteiras Alimentadas com Palma Forrageira em Substituição ao Fubá de Milho

Desempenho de Vacas Leiteiras Alimentadas com Palma Forrageira em Substituição ao Fubá de Milho

Discente: 
Felipe Douglas Barbosa Pedrosa de Oliveira
Orientador: 
Airon Aparecido Silva de Melo

Objetivou-se avaliar o uso da palma forrageira em substituição ao fubá de milho em dietas à base de cana-de-açúcar para vacas em lactação. O experimento foi conduzido na Estação Experimental de São Bento do Una, pertencente ao Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA. Foram utilizadas 10 vacas em lactação, da raça Holandesa, variedade Preta e Branca (HPB), com produção média diária de leite de 20 kg. O período experimental teve duração de 85 dias, sendo dividido em cinco subperíodos de 17 dias, em que os 10 primeiros dias foram utilizados para adaptação e os sete últimos para coletas de amostras e dados. Antes do início do experimento, os animais foram submetidos a um período de pré-adaptação ao manejo experimental e às instalações, com duração de 15 dias. Os animais foram alocados em um delineamento experimental em Quadrado Latino 5x5, duplo, em que os tratamentos consistiram de níveis crescentes de substituição do fubá de milho por palma forrageira. As amostras coletadas foram processadas e submetidas a análises químico bromatológicas, e os resultados obtidos utilizados na estimativa do desempenho. O consumo de matéria seca diminuiu linearmente (P<0,05), em gramas/dia, gramas/kg de peso metabólico e em percentagem de peso corporal. Os demais consumos também seguiram a mesma tendência do consumo de matéria seca diminuindo linearmente (P<0,05) com exceção do consumo de fibra em detergente neutro. Não foram verificadas diferenças (P>0,05) nos coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, carboidratos não fibrosos, e nas estimativas dos nutrientes digestíveis totais. Entretanto, o coeficiente de digestibilidade aparente da fibra em detergente neutro foi influenciado (P<0,05). A produção de leite não apresentou diferença (P>0,05) quando a gordura foi corrigida para 3,5%, com a substituição do fubá de milho pela palma forrageira. A substituição do fubá de milho por palma forrageira diminui o consumo de nutrientes e a produção de leite, sem afetar a digestibilidade aparente dos nutrientes e a produção de leite corrigida para gordura em vacas leiteiras com produção de até 18 kg de leite por dia.